Do nosso blog para as bancas de jornal

São coisas assim que nos motivam a escrever. Acho que não poderia haver maior incentivo para continuar este trabalho do que perceber que há gente qualificada lendo, gostando e reproduzindo seu conteúdo. Fico muito feliz por isso.

Descobri de forma puramente acidental que um texto deste blog foi utilizado como fonte para um arttigo em uma revista de filosofia vendida nas bancas de jornais de todo o Brasil. Foi assim: um ex-colega de faculdade comprou a edição e, durante a leitura, se deparou com meu nome e o endereço do site citados em uma matéria. O texto em questão falava sobre a amizade em Aristóteles, que é um dos nossos artigos mais acessados. Ele me mandou uma mensagem via rede social, fui correndo a uma banca próxima e conferi: era isso mesmo! Não fui avisado pela editora ou pelo jornalista que meu texto havia sido mencionado – claro, e eles nem precisam fazer isso, ainda mais tendo em vista que corretamente citaram a fonte. Mas desde então fico imaginando se, por acaso, não haveria outras revistas, livros ou artigos em que os textos deste blog foram utilizados e eu não estou sabendo.



0/Deixe seu comentário/Comentários

Postagem Anterior Próxima Postagem