Alternemos a solidão e o mundo

"É preciso frequentemente recolhermo-nos em nós mesmos: pois a relação com pessoas diferentes demais de nós perturba o nosso equilíbrio, desperta nossas paixões, irrita nossas restantes fraquezas e nossas chagas ainda não completamente curadas.

"Misturemos, portanto, as duas coisas: alternemos a solidão e o mundo. A solidão nos fará desejar a sociedade e esta nos reconduzirá novamente a nós mesmos; elas serão antídotas, uma à outra: a solidão curando nosso horror à multidão, e a multidão curando nossa aversão à solidão."

(Sêneca, Da tranquilidade da alma)

3/Deixe seu comentário/Comentários

  1. Numa palavra: meditação. Ei, Clauber, gostaria de compartilhar isso com as comunidades, mas cadê os links???

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem